Palavra do Pároco | Pe. Amarildo Jorge Dellagranna | Março/2021

Publicado por: Silvia Oliveira 01/03/2021

A VÓS, SÃO JOSÉ, RECORREMOS EM NOSSA TRIBULAÇÃO!

Queridos e amados, Filhos e Filhas de São José, estamos iniciando o mês de março, mês dedicado ao nosso patrono, protetor e intercessor São José. Na carta encíclica o Papa Francisco dedica este ano a São José, com o coração de pai. Peçamos, portanto,  sua intercessão para superarmos este momento de crise pelo qual estamos passando.

O tempo presente manifesta-se com sentimentos de estarmos envolvidos pela nuvem escura do desânimo, da desolação. Caímos na desesperança, não conseguindo observar que por trás da nuvem escura o sol brilha forte. A nuvem, no livro do Êxodo, é a manifestação de Deus que protege seu povo e o orienta no caminho perigoso e árido do deserto, o sol ilumina e ajuda nas batalhas. Então, não tenhamos medo, Deus nos conduz pela mão. Mesmo que a nuvem pareça escura e o sol pareça estar escondido, devemos ter presente que este é o grande sinal do Deus criador e cuidador: “criatura amada, filho amado, Eu estou contigo todos os dias até o final dos tempos, jamais te abandonarei”.   

Recordo-lhes que estamos no tempo quaresmal, tempo favorável, convidando-nos a intensificar nossa oração, desapegar-se daquilo que nos escraviza, partilhar nosso ser e o nosso ter com os irmãos. O exercício quaresmal propõe-nos desvencilhar-nos do pecado, deixar o bom odor de Cristo impregnar nossas vidas, para perfumarmos todos os ambientes pelos quais passamos, sendo portadores do perfume da santidade, através de nossas palavras, atitudes e ações. Promovamos e pratiquemos um diálogo aberto e sem preconceitos, filtrado pela boa notícia de Jesus, sabendo discernir o que é bom e agradável aos olhos de Deus, na busca da boa convivência e da paz, entre irmãos, filhos e filhas de um mesmo Pai.      

Concluindo, saliento que, no dia 14 de março, celebraremos a festa do Beato Giácomo Cusmano, fundador da Associação Bocado do Pobre,  Irmãs servas dos Pobres, Irmãos servos dos Pobres e Missionários Servos dos Pobres. O Beato Giácomo Cusmano traz presente nossa realidade de batizados, pois pelo batismo, somos homens novos em Cristo. Portanto, devemos evitar  tudo aquilo que profana este templo sagrado de Deus, nosso corpo, adornado pelos dons do Espírito Santo, alimentado pela Eucaristia e revigorado pelo remédio da misericórdia divina no sacramento da confissão.   

Convido-os, ainda, neste tempo de crise sanitária, rezarmos insistentemente esta oração: “A vós, São José, recorremos em nossa tribulação. Ó Pai amantíssimo, afastai de nós o mal da pandemia e cubra-nos com vossa proteção. Amém!”.   

Abençoe-vos Deus todo-poderoso, por intercessão de São José, Pai, Filho e Espírito Santo. Amém!  

São José Trabalhador, rogai por nós!

Pe. Amarildo Jorge Dellagranna, sdP  | Pároco

 



Deixe o seu comentário

Campos obrigatórios estão marcados com *

Comentários do Facebook

Copyright ©2021 | Arquidiocese de Curitiba - Paróquia São José Trabalhador | Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por Dintstudio
×Fechar