História

 -  Atualizado 18/05/2018

Paróquia São José Trabalhador em Estado Permanente de Missão

A Paróquia São José Trabalhador teve sua origem no fim dos anos 60, quando algumas famílias, descendentes de imigrantes europeus — povo de muita religiosidade — reuniram-se para construir um templo, lugar de oração. Foi escolhido o padroeiro: São José.

Na mesma época, em 1967 chegaram ao Brasil, vindos da Itália, os primeiros Missionários Servos dos Pobres. Acolhidos pelo Arcebispo Dom Pedro Fedalto, iniciaram a construção de um Seminário, inaugurado em 1974. Em 1971 a comunidade já organizada, com apoio da arquidiocese, adquiriu o terreno ao lado do Seminário, onde foi erguida uma capela, consagrada a São José Trabalhador. No mesmo ano, Dom Pedro Fedalto confiou aos padres Servos dos Pobres aquela paróquia. O Padre João Graceffa foi nomeado primeiro pároco em 1972.

Amor e espírito missionário marcaram a vida da comunidade. Fundamentadas no carisma da congregação Servos dos Pobres “a caridade sem limites”, foram organizadas as ações pastorais e a participação das famílias nos movimentos recém criados. Com o passar do tempo, cresceu a população do bairro, o número de fiéis e a capela já não comportava mais as pessoas que se reuniam nas celebrações. Sob a liderança do Pe. Vicente Turriciano iniciou-se a obra de um novo templo. Em 1978, começou a edificação da Igreja de São José Trabalhador.

A Paróquia teve a frente, por um breve tempo, Pe. Roldão Mendes de Lima que, juntamente com Pe.  Mário Arriello, filho desta comunidade e Pe. Carlos Rodrigues, era um dos primeiros sacerdotes Servos dos Pobres Brasileiros, cuja ordenação sacerdotal foi realizada nesta mesma Igreja.

A partir de 1990, Pe. Francisco Panzera assumiu como pároco e a ele coube finalizar a construção da Igreja com arte e beleza. O novo templo, considerado um dos mais belos de Curitiba, foi consagrado por Dom Pedro Fedalto em 1993. Em 1997 foi nomeado pároco Pe. Mauro Zandoná, permanecendo longos anos à frente dos trabalhos pastorais, atraindo, com seu carisma evangelizador, muitos fiéis à comunidade.

Atualmente, o pároco é Pe. Carlos Donizete Marson, que assumiu a paróquia em 2011 e vem atuando com dinamismo e dedicação na evangelização desta família de São José. 

Vida Missionária

O espírito missionário esteve sempre presente na caminhada desta comunidade, nas suas obras sociais e de misericórdia. À luz das diretrizes da Arquidiocese de Curitiba, neste mesmo espírito, os paroquianos abraçaram um novo projeto, um programa de evangelização em todo o território paroquial, dividido em 11 setores os quais passaram a receber as visitas dos missionários em agosto de 2015.

Leigos, sacerdotes, irmãs, seminaristas, dois a dois assim como Jesus enviou seus discípulos, saíram para bater de porta em porta, de casa em casa, pelas ruas do bairro com coragem, fortaleza e alegria de sentirem-se enviados pelo Pai. Algumas portas se abriram, outras não. Contudo, o compromisso assumido pelos paroquianos chamados por Jesus a anunciar o Evangelho não terminará, mas sim, é permanente. A Igreja São José Trabalhador está em caminhada, na construção de uma paróquia comprometida com a missão: formar uma Comunidade de Comunidades!