1º de Novembro | Dia de Todos os Santos

Publicado por: Paróquia São José Trabalhador 01/11/2016

No dia 1 de Novembro a Igreja Católica celebra a Festum Omnium Sanctorum, ou seja, o Dia de Todos os Santos, conhecidos ou não. Através desta celebração a Igreja busca intimamente aproximar todos os fiéis ao caminho da própria santidade, pelo exemplo de homens e mulheres que se dedicaram a seguir o caminho dos justos, conseguindo assim uma maior proximidade e até mesmo a contrição em sua totalidade com Deus, chegando a sofrer martírios para alcançar esse feito.

Não ater-se a méritos, reconhecimentos terrenos, visão mundana do cotidiano da vida, ver no próximo a face de Cristo, evoluir a profundidade da fé no amor incondicional a Deus, ou simplesmente ser bom e justo, são as pequenas grandes coisas que nortearam e norteiam a vida desses homens e mulheres santos.

Historicamente a primeira comemoração deste dia ocorreu em 13 de maio do ano 609 d.C, e era dedicada a Maria e aos Mártires. A data foi instituída pelo então Papa Bonifácio IV, com o intuito de desmistificar uma festividade pagã romana, onde eram celebrados todos os deuses pagãos num Templo a eles dedicado: o Panteão.

Mais tarde, por volta do ano 835 d.C, essa data foi alterada agora pelo então Papa Gregório IV, para o dia 1 de novembro, com o mesmo propósito de sua criação anterior, cristianizar outra festa pagã insistentemente celebrada pelos celtas e irlandeses neste dia: o Samhain, celebração da chegada do inverno e das forças do além, lugar do sono dos mortos.

Para isso acendiam fogueiras, tendo o fogo como símbolo da vida e abundância em suas colheitas. Bebiam e comiam até perder a razão, era uma espécie de réveillon da fé celta, embora já fossem cristianizados não conseguiam desraigar esses costumes pagãos sendo seguidos igualmente pelos romanos e outros povos antigos.

Neste dia acredita-se que a fronteira do mundo espiritual fica enfraquecida, possibilitando contato entre os vivos e os mortos. Por isso o Papa Gregório IV, escolheu o dia 1 de novembro, celebrando assim todos os que morreram numa vida plenamente realizada, que agora estão na glória de Deus, deixando seu exemplo.

Hoje, a consciência cristã avalia o dia como um chamamento à vida em união com Deus, guardando seus preceitos e tentando aplicar no dia a dia a bondade fraterna, os ensinamentos bíblicos, verdadeira alma da Igreja, através da palavra viva de um Deus que quer estar sempre conosco, que nos impulsiona à plena comunhão com Ele!

Não apenas pelos exemplos dos nossos Santos e Mártires que já estão em sua glória, mas de todos que caminham e buscam essa santidade na simplicidade da oração contrita e humilde nos consagrando à sua vontade e tendo a certeza de adormecer um dia em sua paz eterna.

Sejamos todos Santos, celebremos os que deram testemunho dessa Santidade com suas próprias vidas, fortificando e enaltecendo essa jornada tão bela em direção a Deus que com seu imenso amor nos dá o Espírito e Maria como condutores e força para que alcancemos essa plenitude onde está o ápice da nossa fé.

Todos os dias são dias de buscar a Santidade e como dizia o Cardeal Beato John Henry Newman: “Não somos simplesmente pessoas imperfeitas em necessidades de melhoramentos, mas sim rebeldes pecadores que devem render-se, aceitando a vida com Deus, e realizar isso é a Santidade aos olhos de Deus.”

Simone Carvalho | Paróquia São José Trabalhador

Blog, Santos Comentários desativados em 1º de Novembro | Dia de Todos os Santos


Comentários do Facebook

Copyright ©2019 | Arquidiocese de Curitiba - Paróquia São José Trabalhador | Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por Dintstudio
×Fechar